domingo, 23 de outubro de 2016

Amor e Odio




Conta uma lenda antiga que certo dia, um avô índio colocou o neto em seu colo e lhe disse:

- Sabia que dentro de mim moram dois lobos?

O menino, sem entender muito bem, pediu-lhe explicações, e o avô respondeu:

- Sim, meu netinho. Um lobo é horrível, cheio de raiva. Mesmo as pequeninas coisas o lançam num ataque de ira! Ele briga com todos, o tempo todo, sem qualquer motivo. Ele não pode pensar porque sua raiva e seu ódio são muito grandes. É uma raiva inútil, pois sua raiva não irá mudar coisa alguma! Mas ele é assim…

O garoto, curioso, quis saber do outro lobo e o avô continuou:

- Ah… o outro lobo é bom e não magoa. Vive em harmonia com todos ao redor dele e não se ofende com as palavras amargas dos outros. Ele só lutará quando for certo fazer isto, e da maneira correta. O problema é que é difícil conviver com estes dois lobos ao mesmo tempo, pois ambos tentam dominar meu espírito. É uma luta constante dentro de mim…

E o neto, curioso, perguntou:

- E qual deles vence, vovô?

O avô sorriu e respondeu baixinho:

- Ah, meu netinho, vence aquele que eu mais alimento!

Texto disponível em domínio público - desconheço a autoria