quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Terapia

"Das várias formas possíveis de infelicidade, me parece que a mais aflitiva não é necessariamente a que mais dói. 
Muito mais trágico me parece o destino de quem atravessa a vida sem se molhar, como se os efeitos (felizes ou nefastos) escorressem sobre a pele como água sobre as plumas de um pato. 
Com seus altos e baixos, imagine nossa vida como uma breve passagem por um circuito de montanhas-russas. 
Quem atravessasse a experiência anestesiado, sem gritos, pavor e risos, teria jogado fora o dinheiro do bilhete. 
Tenho a ambição, ao contrário, de ajudar meus pacientes a viver de tal forma que, chegando o fim, eles possam dizer-se que a corrida foi boa."

(Cartas a um jovem terapeuta, Contardo Calligaris, p. 152)